Sincronicidade

"Enquanto preparava minha tese de doutorado, fui encontrando, organizando e digitalizando arquivos de fotos, textos, poemas, histórias e vídeos que documentam 34 anos da pesquisa Sincronicidade e Expressão, iniciada junto a comunidades indígenas e orientais.

A conexão entre tudo e todos em todos os tempos, dimensões e vibrações é inquestionável. Nenhum momento se repete.
Sempre mergulhamos no novo.

Existem momentos que percebemos como únicos tamanha a impressão que nos deixam.
Mais do que fé, é a dimensão holística que se manifesta nestes momentos.
Assim é quando estamos em harmonia com a Sincronicidade, há uma clareza de que estamos no momento certo fazendo o que é próprio e com as pessoas  certas.
Neste momento a percepção do aqui-agora nos eleva de dimensão e mergulhamos na comunhão com todas as coisas do universo.
Para os chineses há uma rede que une todos os fenômenos e manifestações além do tempo e do espaço: esta é a malha da Sincronicidade.
Estar livre do comando prepotente do ego e seus desvios, nos permite mergulhar nesta rede e aceitar que um pequeno mover de meus dedos afeta o respirar das estrelas, um brilho a mais que se vê no céu conduz as células de um rinoceronte em nascimento.

Desde minha primeira visita à aldeia Nambiquara pude mergulhar nesta teia, já pressentida durante as aulas de consciência corporal conduzidas pelo mestre do movimento,  Klaus Viana.
E, assim, seja nas vivências no Oriente ou junto às populações tradicionais, indígenas, ribeirinhas, sertanejas e africanas, nos treinamentos de energia e nas expressões artísticas e proposições, procuro despertar, ampliar e estimular o Estado de Presença, a conexão  e o compartilhar com a teia da Sincronicidade."