Corpo e Voz

Corpo e Voz

"Em constante busca pelo Estado de Presença cheguei ao porto primeiro do ar, da respiração, da voz. E o corpo se apropriou da voz, a expressão corporal é também vocal. Corpo e voz são formas de um só organismo expressivo."

Corpo Voz Movimento

Alunos de Artes Cênicas da EMAC/UFG, em aula da disciplina Corpo e Movimento, coordenada por Maria Julia Pascali, criam uma performance junto à instalação em exibição na Galeria Da FAV/UFG. Goiânia, Outubro de 2008.

Vozes Sobre Vozes

"Instigada pelas aulas e textos sobre Voz, de Sara Lopes, e pelas orientações e vivências sobre consciência vocal de Sandra Sofiati, mergulhei no registro de uma experiência expressiva com o poema "Pele de Cetim"( de minha autoria)." Julia Pascali, 2005.

Depois da Chuva

Ofertar-se em estado de Presença aos percursos da Sincronicidade:
pequena meta na construção da cena em "Depois da Chuva", criação coletiva dos alunos de Oficina do Espetáculo III e IV, do curso de Teatro da EMAC/UFG/2014.

Três as condições:

Preparar-se individualmente a ponto de atingir o status de Flor

Conectar-se ao grupo até desperceber-se em prol da Unidade

Dar passagem ao roteiro, além e apesar da mente, à mercê e em diálogo com a Sincronicidade

Seguindo esta trilha fomos percebendo o roteiro, os personagens, os movimentos, as cenas, os textos , as coreografias, as musicas, os cantos,  os instrumentos, o espaço, o figurino, os adereços, recebendo-os em surpresa a cada encontro, cada ensaio-celebração.  E o Li Shou - antigo exercício chinês que promove concentração e presença - se mostrou como o guia e mestre das transformações , nos treinando para a constante mutação. A cada dia o roteiro se manifesta com suas próprias linhas como o vento, o fogo, a água, o ar e os espíritos, enigmáticos , incontroláveis e ao mesmo tempo irmãos e compressíveis em sua natureza.

Assim nossa obra está aberta a vocês, a nós - que somos Um- ao sabor da natureza da Sincronicidade e sua Expressão.

Bem-vindos, Reinos Todos, aqui estamos ao seu dispor.

Pele de Cetim

"Este poema foi criado a partir da carne. Revelado em estado de vigília. As partes do corpo foram se manifestando, insistindo para que eu as registrasse em sonoridade de palavras reconhecidas pela língua portuguesa." Julia Pascali 1999.

Olhar Verde Minha Terra

"Este ensaio da performance vocal "Verde Minha Terra", dirigido por Marcio Aurelio Pires de Almeida e Daraina Pregnolatto foi documentado pelo videasta Tadeu Costa Ribeiro. Canto Guardian, em Pirenópolis, minha morada e inspiração desde 1997, onde aves, folhas, troncos, suins, teius, cobras, lagartos e estrelas compõem meu cenário favorito. As canções, em sua maioria, trazem os encantados seres da Amazônia pelas composições de Waldemar Henrique. A poesia das imagens e edição foi delineada por Tadeu Costa Ribeiro." 2016