Poesia

Poesia

"Acabei de entrar no paraíso.

A porta estava ao meu lado.

Aos poucos percebi que ela poderia estar entre aberta.

Ou seria ilusão?

Pedi aos céus uma luz

E a chave me foi doada.

Estendi a mão:

O paraíso está bem aqui ao meu lado.

Me confundo com ele,

Me perco no sentimento maior de me achar.

Agradecida estou,

Mergulhada em céu,

Bendita pela paz,

Agraciada pelo mundo."

                    Julia Pascali

 

 

Pequeno Pedaço de Raiz / Piccolo Pezzo di Radice

Queimar um pequeno pedaço de lenha,
Fazer um ritual de invocação de raizes,
Um pequeno pedaço de lenha pode fazer tanto por uma pessoa!...

"ler mais..."

https://sincronicidadexpressao.com.br/wp-content/uploads/2021/03/Poesia-Piccolo-pezzo-di-Radice.pdf

"ouvir..."

https://www.youtube.com/watch?v=VKEhm4BnOTo&t=10s

Dreams

"...VOCÊ É FASCINANTE, sim, mas truncado, que tormento isso gera. Qual é o DE DENTRO deste fascínio? Como se forma a massa que te compõe, quais as linhas que te regem e como elas se espraiam para fora, como chegam a nós, simples seres como você? Fascínio é a palavra que me apaixona e me atormenta. É por isso que estou nesta página. Branca como ela. Se perguntando como ela. Registrando. Só. Semi-preenchida. Com a merda no meio do caminho, nem formada, nem completamente fedida. Soco o cotovelo nas tuas costas e resolvo todo o problema. Você se afasta um pouquinho e eu posso esticar o meu braço. Somente uma questão de espaço. Você sentiu o mais concreto, e tudo passou. Acabou como este conto, pela metade..." "ler mais..."

https://sincronicidadexpressao.com.br/wp-content/uploads/2019/07/DREAMS-2-livro-de-poesias.pdf

Hagoromo em Haikai

"Um Pescador encontrou na praia o manto de plumas maravilhosas:
Fortuna por toda vida!
Agonizante chega o anjo da lua e pede: Preciso do manto para voltar ao céu natal.
O pescador negocia: Só se me  conceder sua dança celestial.
O anjo concorda: Preciso do manto para dançar!
O pescador pede para ela dançar primeiro: Como confiar na sua palavra?
A anjo afirma:
Só os seres humanos duvidam. Falsidade não é coisa do paraíso."

POEMA FRATERNO

"Lentas subidas e descidas
Me distanciam dos solos sonoros

Isolar o incomodo
Em prol  da audição coletiva

A realidade é mais cru
que a doce e fraterna união.

O centro, quando se fixa
Estático a girar sobre si próprio,
Ignora silêncios, mesmo à cotê!

Sensação Buñuel
Anjo exterminador
Olhar ingênuo? Nada!!
Dominador."

23/10/2016 Cantina La Trattoria, SP.

O Amor em todos os rostos

"A experiência dá partida a uma nova fase de vida.

Convido 10 pessoas para fazerem o circulo de proteção e energia,

Como as pedras na montanha.

A natureza é minha mestra.

Neste palco as pessoas são as pedras 

que protegem a  criação  e a arte

num ser em movimento.

Agradeço  a concentração e a energia destas pessoas que me ajudam a expressar os sinais da natureza.

Obrigada.."

 

Comunidade Yuba, dezembro/94

por Julia Pascali.